Parque Encantado

Constituído em 1979, o Parque Natural de Montesinho (PNM) é uma das jóias da coroa da rede de áreas protegidas portuguesas. Com cerca de 74 mil hectares, o parque espraia-se pelo distrito de Bragança, junto à fronteira com Espanha, e protege os ecossistemas montanhosos da serra de Montesinho e da Coroa. É na primeira, aliás, que se verifica a altitude mais elevada desta área protegida: 1.486 metros. A biodiversidade do parque não permite que se eleja uma espécie emblemática. A beleza dos ouriços do castanheiro está representada no símbolo do PNM, mas, para muitos, este é o parque por excelência do lobo, do javali, da lontra ou da águia-real. O coberto vegetal é igualmente especial: carvalhos, freixos e azinheiras, entre muitas outras plantas, disputam entre si a colonização do solo. E espécies endémicas como a cravina e a arméria justificam as horas de trabalho de campo que os botânicos devotam à região. Cerca de 70% das espécies terrestres identificadas para Portugal estão documentadas em Montesinho. Dez por cento das espécies ameaçadas resistem aqui à extinção. São motivos suficientes para acarinhar este parque encantado de Trás-os-Montes.

voltar